22 de jan de 2011

COMO MANTER O AMOR

 
             Sempre digo que o amor é como uma planta,se não cuidado morre. E para isso não acontecer temos  que fazer  auto-avaliação. É dever do cônjuge avaliar diariamente seu comportamento.Agir com humildade pois somos falhos, e não podemos vivermos montado na arrogância sem queremos corrigir nossos equívocos,nossas imprudências.Para manter o amor aceso como brasas vivas devemos ser ativos; para procurar descobrir o problema que está afetando o relacionamento. Para não ocorrer distanciamento,pois em alguns casais quando surge qualquer adversidade a arma para esses é silenciar. Usa o silêncio como uma agressão.Será que isso  vai conservar o amor,ou vai criar um mal que no futuro se tornará crônico? O amor entre cônjuge deve ser casto,sincero,constante,perpétuo,protetor e provedor.Deus estabeleceu o casamento para o bem-estar e felicidade dos cônjuges isso só ocorrerá através do amor, e esse tem que está ligado a Deus.Estando nesse padrão: esposo-Deus-esposa  é óbvio que a plantinha vai está sempre viva , bela e com flores exalando o aroma e perfumando outros casais.Teve razão de expressar Salomão em Cantares 8.7 as muitas águas não poderão apagar esse amor nem os rios afogá-lo... Sara Pereira